Dicas sobre alimentação saudável

23 de maio de 2018 0 Por Sofia

Dicas para ter uma boa alimentação

A primeira dica que quero passar é recomendar o Projeto Fit 60d. Se você quer precisa de uma reeducação alimentar e quer configurar sua alimentação conforme sua necessidade, você tem acaba de encontrar a oportunidade certa.

A maioria das pessoas tem um cotidiano agitado. Temos sempre inúmeras tarefas para fazer no mesmo dia: cuidar do pet, dos filhos, trabalhar, estudar, cuidar da casa, visitar parentes e amigos, reuniões etc. Enfim, estamos cada vez mais atarefados.

Todos esses compromissos acabam tirando nossa atenção da alimentação. E ao mesmo tempo, a gigantesca oferta de alimentos atrapalha na hora de escolher algo de qualidade para nosso organismo.

E nesse artigo falaremos de como ter uma boa alimentação diante de todas essas dificuldades. Leia o texto até o final e descubra como pequenas mudanças podem fazer toda diferença no quesito alimentação.

O que é uma boa alimentação?

Muitos falam que para ter uma boa alimentação você deve comer de 3 em 3 horas ou ter y refeições durante o dia: café da manhã, almoço e jantar e alguns lanches intermediários

Provavelmente você também já ouviu falar que as cores dos alimentos influenciam na sua dieta, ter um prato com diversos tipos de comidas é o ideal. Existem também dietas milagrosas que propõem várias restrições para se alimentar.

Mas o que eu vou te falar agora vai mudar sua forma de pensar sobre alimentação: ouça primeiramente o seu organismo, relaxe e aprenda a entender os sinais do seu próprio corpo.

Você não leu errado, é exatamente isso. Seu corpo sabe quando é a hora de comer e irá te avisar, quando está sem fome e se você precisa se hidratar. Diante dos diversos organismo, não podemos querer aplicar a todos eles uma regra tão simplista como a das três refeições. Você pode ter uma dieta diferente da minha, mas isso não necessariamente significa que você não tem uma boa alimentação.

Princípio da boa alimentação

A boa alimentação é aquela que é balanceada, ou seja, deve ser de acordo com os nutrientes que seu organismo demanda ao longo do dia. Pois o seu peso, sua rotina, seu estilo de vida tem influencia no que é necessário para seu corpo. Veja essa comparação, você anda 5km, tem um filho de 4 anos, trabalha e ainda faz mestrado.

Tente comparar com uma amiga de 23 anos, que não é mãe, faz faculdade, mas não trabalhar e não tem responsabilidade doméstica. As necessidades dela são muito diferentes das suas. Isso se aplica também a crianças, homens e gestantes.

Práticas para a correta alimentação

Para escolher os alimentos que irão compor suas refeições, sempre evite os industrializados ou processados.

Uma boa prática é você mesma cozinhar seus pratos, claro, se você tiver tempo para tal. Isso garantirá a redução no sódio, açúcar e gorduras, dando mais qualidade para sua alimentação.

Boa alimentação pode ser traduzida em equilíbrio, qualidade e variedade. Sim, você deve comer variados tipos de comidas, como exemplo frutas, hortaliças, legumes, nozes, carboidratos e proteínas, aproveite tudo que a natureza tem as nos oferecer.

Não confunda fome com sede, quando fazemos isso, acabamos comendo mais, quando na realidade nosso corpo está precisando de água. Então não se esqueça daquele velho conselho: bebe agua para manter seu organismo hidratado.

Aprecie sua refeição

Esqueça o whatsapp, TV, redes sociais e qualquer outra coisa que te distraia na hora do almoço. A maioria das pessoas tem cerca de 1h para almoçar, tempo suficiente para comer com calma e saborear a comida. Por isso é importante somente comer na hora do almoço e deixar outras tarefas para depois

Sei que pode parecer difícil, mas é importante adotar o hábito de comer com calma e evitar as distrações. Não podemos nos concentrar em coisas que podemos fazer depois enquanto o que devemos fazer agora deixamos em segundo plano. Isso faz perder um momento importante de nosso dia, que é as nossas refeições. Pense nisso